Skip links

A Vieira & Lopes integra a plataforma SATO

Mais de sete milhões para criar a plataforma que vai permitir otimizar a performance energética de um edifício em tempo real

A Vieira & Lopes integra o projeto SATO – “Self-Assessment Towards Optimization of Building Energy”aprovado em maio pelo programa Horizon 2020. O valor total do projeto ascende a mais de 7 milhões de euros, dos quais 5 milhões correspondem ao orçamento português.

O projeto SATO tem como objetivo criar uma plataforma que permita ultrapassar as carências existentes no sistema vigente de avaliação energética dos edifícios, que além de não refletir as condições de funcionamento de cada edifício num cenário real, também não contempla as variações de consumo decorrentes do desgaste de componentes ou das diferentes configurações ou regimes de funcionamento dos equipamentos.

A avaliação da performance energética com base em projeções de consumo para equipamentos tem os dias contados pois a futura plataforma tornará possível a monitorização de todos os equipamentos do edifício que consomem energia, bem como a leitura dos seus consumos em tempo real e durante todo o seu ciclo de vida útil. A deteção de equipamentos com desvios de consumo causados pelo mau funcionamento ou pela avaria de componentes é outras das possibilidades viabilizadas na interface cuja informação apresentada reflete a realidade de forma mais precisa. Os certificados de desempenho energético poderão vir a integrar informação relativa ao consumo energético de computadores, eletrodomésticos e veículos elétricos em carga, que constituem atualmente uma fatia significativa do dispêndio energético.

A futura plataforma tornará possível a monitorização de todos os equipamentos do edifício que consomem energia, bem como a visualização dos seus consumos em tempo real e durante todo o seu ciclo de vida útil.

O projeto SATO consiste numa investigação que se divide em três fases. Na primeira fase será implementada uma solução economicamente viável que avalie o desempenho energético real do edifício e englobe todos os equipamentos que consomem energia. A segunda será dedicada ao desenvolvimento de serviços de gestão energética tendo em vista a otimização e as necessidades de cada utilizador. A terceira fase corresponde ao momento de testagem a ter lugar num total de oito edifícios piloto, localizados em três regiões do continente Europeu.

Sob a coordenação da Ciências ULisboa – Associação para o desenvolvimento de ciências – o projeto SATO integra 16 parceiros europeus da academia e o setor público e empresarial de países como Portugal, Itália, Dinamarca, Áustria, Espanha, Alemanha, Grécia e Suíça.

Participam no projeto o Politécnico de Milão e Universidade de Aalborg; a EDP, Sonae (Worten), Siemens ( as delegações portuguesa e austríaca), Vieira & Lopes, CYPE SOFTKnaufXTEL Wireless AppsCore Innovation and Technology e EK Energiekonzepte AGAgência Municipal de Energia do Seixal, município de Milão e a cooperativa de habitação Frederikshavn Boligforening.

A Vieira & Lopes, beneficiária do projeto, integra o painel empresarial como especialista da área AVAC, que desenvolve e fabrica dispositivos e esquipamento técnico de ventilação, purificação do ar e climatização, bem como o sistema de gestão técnica centralizada para edifícios.

A equipa multidisciplinar que fará nascer a plataforma é coordenada pelo Professor Guilherme Carrilho da Graça, do Departamento de Engenharia Geográfica, Geofísica e Energia da Ciências ULisboa e investigador do Instituto Dom Luiz e pelo Professor Pedro Ferreira, do Departamento de Informática, investigador do LASIGE da Ciências ULisboa.

Fruto da interseção de diferentes áreas científicas, durante os próximos três anos a equipa ira recorrer aos princípios e tecnologias da Internet das coisas, à inteligência artificial e computação em nuvem para desenvolver e testar sistemas e modelos de avaliação e otimização. A interface em cloud a três dimensões permitirá ao utilizador uma monitorização dinâmica do consumo energético global do complexo enquanto controla e otimiza equipamentos.

A relevância de uma plataforma que permita agregar no tempo e no espaço, de forma interativa, consumos e performances energéticas em tempo real é inegável e prestará uma significativa contribuição para a poupança de famílias e organizações, mas sobretudo para a sustentabilidade do planeta.

Deixe um comentárioLeave a commentLaissez un commentaireEfterlad en kommentar

Name*

Website

Comentário